AGORA NO STUDIO ROLAND TEM PRODUTOS VALMARI

Novidade... Pertinho de você!!!

Agende sua visita para conhecer os produtos VALMARI - consumidores finais e profissionais com uma linha de produtos dedicada ao tratamento estético corporal e facial.

Acne | Oleosidade | Espinhas, Antiage | Rugas | Flacidez, Area dos olhos,
BB Cream | Filtro solar, Celulite | Firmeza | Reduçao de Medidas, Clareamento | Manchas, Estrias, Hidratação Profunda, Lift instantâneo|Pre-maquiagem, Maos | Pes,
Mascara, Peeling | Esfoliante, Pele Sensíveis | Delicadas, Sabonetes|Tonicas|Demaquilante


Sandra Oliveira Personal Care Valmari

29 de set de 2011

Os pelos e os hormônios

Ter pelos em lugares variados do corpo é natural. Mas como saber quando eles estão fora de controle? É aí que entram os hormônios: responsáveis pelo crescimento natural dos pelos, quando estão desequilibrados podem ser as causas de pelos em maior quantidade, mais grossos, mais escuros e em regiões específicas.

Segundo a endocrinologista Ruth Clapauch, os hormônios responsáveis pelo crescimento de pelos são os hormônios masculinos, produzidos nos ovários e nas glândulas adrenais – aquelas que ficam em cima dos rins. “As adrenais fazem nascer os primeiros pelos nas axilas e virilhas. Depois, continuam fazendo com que eles fiquem mais grossos e escuros – o que é diferente da penugem que cobre o corpo todo; essa não tem influência hormonal”, explica a médica. E esses hormônios atuam, nas mulheres, em nove áreas do corpo, incluindo costas, buço, queixo, maxilar e pescoço, virilha, barriga e em volta dos mamilos.



Pode parecer estranho à primeira vista, mas é normal que toda mulher produza testosterona, hormônio presente em maior quantidade nos homens. Algumas doenças, porém, fazem com que exista testosterona demais no corpo – daí, o crescimento anormal de pelos. “A mais comum, disparado, é a síndrome do ovário policístico”, esclarece Ruth.

O crescimento anormal dos pelos pode ser um dos sinais para você diagnosticar a disfunção – mas é preciso ficar atenta, pois esse fator também depende da genética; ou seja, mulheres com pouca tendência a ter pelos podem não desenvolver esse sintoma, e mulheres com tendência a pelos mais grossos e em mais quantidade podem tê-los sem que isso tenha relação com disfunções hormonais. Outras disfunções que podem causar o crescimento de pelos são aquelas ligadas às glândulas adrenais – mais raras.

Outros problemas não ligados diretamente ao aumento dos hormônios masculinos, como o hipertireoidismo, também agravam o crescimento dos pelos, por agir na metabolização desses hormônios. Grávidas também podem experimentar esse sintoma – mas, nesse caso, trata-se de algo passageiro.
Fique atenta a essas dicas:

- O crescimento anormal de pelos pode ter a ver com alguma disfunção hormonal. Por isso, se notar que estão crescendo pelos em seu rosto ou seio, por exemplo, consulte logo um médico.

- Todas as disfunções hormonais podem ser tratadas com remédios.

- Se os pelos estiverem te incomodando, vale usar qualquer método depilatório para acabar com eles. Só lembre-se: se forem no rosto, por exemplo, nada de lâmina!


by Laura Folgueira
http://custom.yahoo.com/depilaca

Nenhum comentário: